Early Call - 10/12/2021

Early Call - 10/12/2021

Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2021

Para Ficar Atento

Nos EUA, o CPI hoje (10h30), deixa os mercados em alerta máximo - O índice de preços ao consumidor poderá apontar uma alta anual de 6,7% em novembro. Confirmada, será a maior taxa em 40 anos, desafiando Powell a antecipar o aumento dos juros. No Brasil, o IPCA de novembro (9h) pega o BC assustado com a desancoragem das expectativas inflacionárias e pondo fogo na curva de juros, que passou a projetar 11,75% como piso da Selic, após o Copom.

Mercados ontem:

Câmbio:

O dólar acelerou os ganhos frente ao real nesta quinta-feira, com a redução do apetite por risco no exterior ofuscando a decisão do Banco Central do Brasil de elevar os juros básicos em 1,50 ponto percentual pela segunda vez consecutiva e sinalizar aumento na mesma magnitude em sua próxima reunião de política monetária

image

Ações Brasil:  

Depois de cinco altas consecutivas, o Ibovespa fechou em baixa, repercutindo o tom hawkish do Copom na véspera, indicando a perspectiva de um ciclo de aperto mais longo. O volume financeiro somou R$ 27,9 bilhões.

image

USA:

Wall Street devolveu parte dos ganhos recentes, com investidores adotando a cautela na véspera de divulgação do dado de inflação nos EUA, que pode reforçar os planos do Fed de acelerar o tapering para permitir aumento dos juros no início do ano que vem. A variante Ômicron também voltou a preocupar, por conta do aumento das restrições de circulação em diversos países, principalmente na Europa.

image

Notícias Corporativas

Nubank (NUBR33)

image

O Nubank (NUBR33) encerrou sua estreia na Bolsa de Nova York (Nyse) com alta de 14,78%, com as ações cotadas a US$ 10,33, nesta quinta-feira (09).

A ação no Nubank começou as negociações na Nyse cotada a US$ 11,25, após um longo período de leilão. Na noite de quarta (08), a fintech comunicou que sua abertura de capital aconteceria com o valor de US$ 9 por ação.

Na máxima do dia, os papéis do Nubank chegaram a subir 36%, disparando para US$ 12,24. Com isso, o IPO no Nubank consolida o banco digital como o mais valioso da América Latina e uma das aberturas de capitais mais bem sucedida de Wall Street em 2021.

Para um valuation desse tamanho, o BTG indica que o Nubank precisaria entregar um retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) de 30% em cinco anos. Atualmente, o banco digital entrega um ROE em torno de 20%. Para efeito comparativo, o Itaú entrega 19%.

“Não temos dúvida de que o Nubank pode ser lucrativo. Porém é difícil saber exatamente o quão lucrativo deve ser”, diz relatório do BTG.

Para o banco de investimentos, os recursos do IPO do Nubank virão no momento certo para a fintech, que está em posição de aumentar os investimentos para expansão da receita e chegada em novos países.

O programa NuSócios atraiu 7,558 milhões de clientes, num investimento de R$ 63,1 milhões. Cada investidor recebeu um Brazilian Depositary Receipts (BDRs).

Os clientes do banco que aderiram ao “pedacinho do Nubank“, como é chamado o programa, terão de ficar 12 meses com o papel (NUBR33) na carteira. O número de NuSócios é mais que o dobro do que o número de CPFs existentes hoje na bolsa, com cerca de mais de 4 milhões. Não se sabe ainda quantos deles já eram investidores da B3.

Mas o número ficou aquém do esperado pelo Nubank, que estava preparado para distribuir até 18,3 milhões de BDRs para clientes em seu IPO.

Fonte: Suno notícias, Infomoney e Investing.com