Early Call - 13/10/2021

Early Call - 13/10/2021

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2021

Live do YouTube

Para Ficar Atento

O FMI cortou a previsão do PIB norte americano, de 7% para 6%, este ano, enquanto cresce o receio de que o Fed possa acelerar o aperto monetário, as preocupações com a inflação continuaram dominando os mercados em NY, nesta 3ªF.

Os ADRs brasileiros registraram queda, pode ter ajuste de preços na B3, que tem vencimento do Índice Futuro esta tarde.

Mercados na segunda-feira:

Câmbio:

Os feriados nos EUA e no Brasil reduziram a liquidez do mercado de câmbio nesta 2ªF, mas o dólar se consolidou em alta, acompanhando a tendência externa e refletindo também as preocupações domésticas com o quadro de incerteza fiscal - governo pode acionar a cláusula de calamidade pública para renovar o auxílio emergencial, sem a necessidade de respeitar o teto de gastos.

Ações Brasil:  

Influenciada negativamente pelas bolsas de Nova York e os renovados temores de crise no mercado imobiliário chinês prevaleceram no Ibovespa, fechando no vermelho nesta segunda-feira, com giro fraco de apenas 27,7 bilhões de reais, refletindo o movimento mais moderado em Wall Street devido ao Columbus Day, feriado bancário nos Estados Unidos.

USA:

Na segunda-feira, foi a segunda sessão consecutiva de perdas para os três índices, em uma sessão de pouca liquidez devido ao feriado de Columbus Day, que deixou o mercado de Treasuries fechado. Nesta terça-feira em meio ao aumento do nervosismo dos investidores quanto aos resultados do terceiro trimestre das empresas, as ações dos EUA terminaram em queda novamente.

Notícias Corporativas

Weg (WEGE3)

As ações da Weg registraram em setembro o melhor desempenho entre as principais indicações feitas por analistas. Os papéis encerraram o mês com alta de 11,5%, ante uma desvalorização de 6,6% do principal índice da Bolsa (Ibovespa).

Desde janeiro de 2020 sem adquirir novos negócios, em setembro (13/21), a Weg anunciou a compra da empresa de transformadores mineira Balteau Produtos Elétricos. Com a compra a multinacional agrega à sua carteira uma nova linha de produtos que complementam à sua estratégia de digitalização.

Com uma nova linha de produtos após aquisição da mineira Balteau, e inaugurando uma nova planta de transformadores nos EUA, a Weg planeja avançar em sua estratégia de digitalização e de geração, transmissão e distribuição de energia em ambos os países.

A WEG é uma ação de qualidade com exposição ao mercado internacional, mais da metade de suas receitas (55%) vem de fora do Brasil e a correlação das ações da companhia com o Ibovespa é pequena. Trimestre após trimestre, a empresa mostra bons resultados e surpreende o mercado, mas muitos consideram suas ações caras demais. “Uma empresa com preço sobre lucro de 40 vezes não é fácil de digerir”, mas seus papéis continuam se valorizando na bolsa.

Sendo uma empresa do setor de bens industriais com foco em máquinas e equipamentos elétricos. Produz motores, capacitores, geradores e muitos outros itens do tipo. Pela natureza de seus produtos, acaba sendo um importante fornecedor para diversos setores da economia — construção civil, mineração, óleo e gás, saneamento, energia elétrica, bens duráveis e muitas outras cadeias estão na carteira da empresa.

Essa diversidade de clientes é um dos trunfos da Weg, uma vez que os momentos de fraqueza de determinando segmento costumam ser compensado por uma demanda maior de outros setores, blindando-a de uma eventual desaquecimento de uma cadeia específica.

O próprio portfólio do grupo catarinense mostra um leque de atuação bastante amplo. Há quatro grandes divisões:

  • Equipamentos eletroeletrônicos industriais;
  • Geração, transmissão e distribuição de energia (GTD);
  • Motores comerciais e appliance; e
  • Tintas e vernizes.
image

Outro fator fundamental para a resiliência da Weg é sua exposição ao mercado internacional: no segundo trimestre de 2021, por exemplo, a empresa teve receita líquida de R$ 5,7 bilhões, alta de 41,4% em um ano; desse montante, 45% dizem respeito ao Brasil, enquanto os 55% restantes foram obtidos no exterior.

E mesmo a fatia internacional é bastante diversificada: a América do Norte é o principal mercado da Weg, com 43,3% da receita externa, mas Europa (25,7%), Ásia-Pacífico (12,2%), América do Sul e Central (12,1%) e África (6,7%) também têm fatias relevantes.

Ou seja: a exposição à dinâmica externa traz à Weg um componente em dólar para a receita líquida; além disso, também a deixa exposta à economia internacional; momentos de fraqueza no mercado doméstico tendem a ser compensados pela demanda mais alta lá fora.

Considerando todos esses fatores, não resta dúvida quanto à qualidade da Weg enquanto empresa. Mas, ainda assim, é importante entender se as ações WEGE3 já precificam esse fator, ou se há espaço para ganhos adicionais no papel.

Em termos de valuation, WEGE3 tem um indicador P/L estimado para 2022 em 46,63x; o EV/Ebitda para o ano que vem está em 35,37x, segundo dados da Economática. São múltiplos muito esticados e que se equiparam ao das big techs dos EUA — empresas que apresentam uma taxa de crescimento bem mais alta que a da Weg no curto prazo.

image

Por outro lado, os dados da economatica também nos mostram que esses dois indicadores de valuation estão abaixo da média de três anos para WEGE3 — o que, considerando os preços historicamente elevados para a ação, dá a entender que ela pode estar relativamente descontada.

Suno notícias, Infomoney e seudinheiro.com

image