Early Call - 18/10/2021

Early Call - 18/10/2021

Segunda-feira, 18 de Outubro de 2021

Link para o vídeo

Para Ficar Atento

PIB/3TRI da China cresce 4,9% na base anual, abaixo da previsão de 5,1%. A produção industrial avançou 3,1% em setembro, frente à expectativa de alta de 4,5%.

Os EUA  divulgará os dados sobre a produção industrial às 10h15.

No Brasil, a agenda de indicadores é mais fraca, com os mercados atentos à votação da PEC dos precatórios, que poderá ser aprovada na Câmara, abrindo espaço no Orçamento ao novo Bolsa Família.

Mercados na sexta-feira:

Câmbio:

Acompanhando a tendência de queda do dólar frente às moedas emergentes e após novas atuações do BC - sinalização do diretor de política monetária do Banco Central, Bruno Serra, de que a autarquia intervirá no mercado de câmbio quando necessário. O real ganhou força nesta 6ªF com o dólar recuando para R$ 5,45.

Ações Brasil:  

Em sessão marcada pelo exercício dos contratos de opções sobre ações e seguindo o otimismo das bolsas globais, o Ibovespa avançou com giro de R$ 31 bilhões. Apoiado também em eventos domésticos pontuais, como a disparada das ações do GPA (SA:PCAR3) e da recuperação ampla nos setores de metais, celulose e bancário.

USA:

As bolsas americanas terminaram a semana em alta, influenciadas pelo otimismo dos investidores com os balanços do setor financeiro, com destaque para o Goldman Sachs (+3,80%), além das vendas no varejo nos EUA, que surpreenderam ao subir 0,7% em setembro ante agosto, contrariando a expectativa (-0,2%).

Notícias Corporativas

GPA (PCAR3)

O GPA vendeu todas as 71 lojas do Extra ao Assaí (ASAI3) pelo valor de R$ 5,2 bilhões e saiu do segmento de hipermercados. Do valor total, parte do recurso levantado será usado para o pagamento de dividendos que acontecerá em meados de 2022. Os papéis do grupo disparavam 11,85% no pregão desta sexta-feira,  sendo negociados a R$ 30,96.

Do total de R$ 5,2 bilhões, cerca de R$ 1,5 bilhão irão para a expansão do Pão de Açúcar para o digital e reforço das 185 lojas do grupo. O restante dos recursos deve ser usado para dividendos e para desalavancagem do GPA.

Atualmente, a dívida líquida sobre o Ebitda Ajustado está em 1,7 vez, e um dos objetivos da operação é reduzir esse valor “significativamente”.

image

O CEO do GPA, Jorge Faiçal, explica que o grupo se dividia entre negócio de hipermercados e de segmento premium e decidiu então focar em seu segmento mais rentável.

“O segmento de hipermercado tem uma alta complexidade de reversão de clientes e muitas dificuldades de competição no cenário atual. Por outro lado temos negócios extremamente rentáveis, positivos e crescentes que são os mercados de proximidade, o digital e o Pão de Açúcar”, disse Faiçal.

Com base nisso, a decisão foi focalizar naquilo que era mais rentável para empresa e naquilo em que a companhia acredita que vai ter impacto no futuro. “A gente estima entre 500 a 600 lojas de atacarejo nos próximos cinco anos no Brasil e essa reflexão nos leva a antecipar esse movimento e focar naquilo que realmente tem futuro”, concluiu.

image

Conforme o fato relevante, do preço total estimado da transação, uma parte de R$ 4 bilhões será parcelada pelo Assaí ao GPA, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2024.

Além desse entendimento, o Grupo Pão de Açúcar também acertou a venda de 17 imóveis, por R$ 1,2 bilhão, a um fundo de investimento imobiliário (FII). O negócio contou com a garantia do Assaí, que assegurará o pagamento caso o FII não cumpra o prazo acordado.

Após a conclusão da transação, a locação por 20 anos dos imóveis em questão - renovável por igual prazo - para a rede de atacarejo também já está acertada.

O CEO do GPA, Jorge Faiçal, afirma que, com o negócio, o grupo transforma-se em “uma plataforma com grande potencial de crescimento e reduzida alavancagem”. “A bandeira Extra Hiper será descontinuada e as lojas não abarcadas pela transação serão convertidas em formatos com maior potencial de rentebilidade”, destaca o executivo.

Suno notícias, Infomoney e seudinheiro.com

image