Early Call - 25/10/2021

Early Call - 25/10/2021

Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021

Link para o vídeo de hoje:

Para Ficar Atento

Hoje nos EUA teremos o anúncio de resultados de uma das gigantes da tecnologia - o Facebook (FBOK34).

No Brasil, a temporada de balanço ganha tração após a Hypera iniciar a divulgação das empresas mais relevantes na última sexta-feira, após o fechamento do mercado. A segunda começa com Tim (TIMS3), Neoenergia (NEOE3), EDP (ENBR3) Brasil, Ecorodovias (ECOR3) e Smiles (SMLS3).

Mercados na sexta-feira:

Câmbio:

O dólar reverteu intensos ganhos registrados durante o pregão e fechou em queda contra a divisa brasileira nesta sexta-feira, com garantias do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que não deixará o cargo amenizando temores de descontrole total da situação das contas públicas.

Ações Brasil:  

O Ibovespa chegou a zerar as perdas durante a coletiva de Guedes, mas voltou a piorar, já que ainda não há no horizonte uma resolução para a turbulência fiscal, registrando no fechamento pior semana desde início da pandemia. O volume negociado foi extraordinário, de 58,7 bilhões.

USA:

As bolsas em NY terminam a semana mais uma vez fechando sem direção única. De um lado, repercutiram a fala de Powell admitindo que a inflação nos EUA “deve durar mais do que esperávamos”. De outro, houve alívio com a notícia de que a chinesa Evergrande evitou o calote formal.

Notícias Corporativas

Qualicorp (QUAL3)

A operadora de planos de saúde anunciou o lançamento da Qualistore, rede que nasce com 8 lojas físicas distribuídas nas regiões metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Depois de adotar uma política de reajuste de preços, a Qualicorp, operadora de planos de saúde, vem assistindo a uma redução significativa em sua base de clientes. Somente no segundo trimestre deste ano, 138 mil deles deixaram de trabalhar com a companhia. Com a entrada de 132 mil beneficiários no período, o saldo líquido negativo ficou em 6 mil usuários.

Se o cliente não vai à Qualicorp , a Qualicorp vai ao cliente. A nova estratégia da maior administradora de planos de saúde do País, orquestrada pelo CEO Bruno Blatt, é seguir o caminho contrário da maioria das empresas do setor e expandir seus negócios com lojas físicas. O plano é testar, com oito unidades em São Paulo e no Rio de Janeiro, uma relação mais próxima com os clientes. “Percebemos que a empresa estava distante do consumidor final”, disse o executivo. “Ao desconstruir nosso antigo modelo de venda e ajudar a formatar planos customizados às necessidades de cada pessoa, vamos dar mais acesso à saúde privada”, afirmou Blatt.

image

As lojas servirão como canais de vendas e como pontos de suporte para consumidores que precisarem esclarecer dúvidas, conhecer as opções do portfólio ou fazer alterações de plano. Além disso, as lojas também poderão ser utilizadas por corretores parceiros para se relacionarem com clientes.

O ataque da Qualicorp no varejo está embalado por um ritmo aquecido. Desde que assumiu a presidência da empresa, há 15 meses, Blatt viu a média mensal de novos contratos mais do que dobrar — atualmente, são 50 mil vidas por mês, um recorde nos 24 anos de história da companhia. “A empresa era muito concentrada no Sudeste. Com o crescimento do mercado aceleramos também nossa expansão para todas as partes do País.”

Além das lojas físicas, a Qualicorp também promoveu uma reestruturação de sua marca. No universo do marketing, a Qualicorp virou Quali. “A mudança da identidade visual celebra o novo momento da Quali e apresenta o nosso posicionamento que é oferecer ao cliente a mais completa plataforma de planos de saúde de uma companhia feita de pessoas que cuidam de pessoas”, disse Blatt.

image

A mudança de marca e as lojas físicas não representam, segundo Blatt, um retrocesso na digitalização dos negócios. O lado on-line da Qualicorp também recebeu reforços importantes recentemente, como a abertura das vendas de seus produtos para os corretores em âmbito nacional. “Os clientes de um corretor de São Paulo, por exemplo, não são mais apenas os do entorno imediato, ele poderá atender a demanda no Nordeste.”

Em paralelo a ampliação e diversificação do seu modelo de atendimento, a empresa vem fazendo aquisições e firmando parcerias. Neste ano, a Qualicorp adquiriu o Grupo Elo (composto pelas seguradoras Elo e APM) e uma participação na Escale (startup focada em vendas digitais por meio da coleta e uso de dados de consumidores). Entre os novos parceiros estão Seguros Unimed e Central Nacional Unimed (CNU), Sincor-SP (Sindicatos dos Corretores de São Paulo), CGC Saúde, Sindicato dos Atletas, Samp-ES (Secretaria Nacional dos Motociclistas Profissionais) e outros. Tudo para expandir as opções em planos de saúde.

Dentro dos esforços para ampliar seus pontos de contato com clientes em potencial, em junho, a Qualicorp já havia fechado uma parceria com o Banco Inter para a comercialização de seus planos de saúde coletivos por adesão para a base de clientes da instituição.

Nos últimos dias, a Qualicorp também esteve sob os holofotes com o pedido de autorização realizado pela Rede D’Or São Luiz, junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para ampliar sua participação atual de 25,51% na operadora.

A Qualicorp está avaliada em R$ 5,6 bilhões. Em 2021, suas ações acumulam uma desvalorização de mais de 43%.

Fonte: Suno notícias, Infomoney e seudinheiro.com

image